Retrospectiva 2020 | "São histórias que a história qualquer dia contará"

2020 chega ao fim nos deixando uma grande lição sobre a necessidade urgente de justiça, de solidariedade, de saúde, de garantia de direitos e respeito à democracia.  A ABJD agradece a todas e todos associadas (os), companheiras (as) e entidades parceiras que estiveram juntos nas trincheiras da resistência e da sobrevivência, se solidariza profundamente com as vítimas da pandemia e familiares, e deseja que em 2021 tenhamos ainda mais força e coragem para seguirmos nas importantes batalhas por um mundo mais justo. Vamos à luta! Feliz Ano Novo!

AO VIVO | 8M: Mulheres e a luta por direitos em tempos de opressão

 


Acompanhe a live no Facebook Youtube.

Nesta segunda-feira, Dia Internacional de Luta das Mulheres, a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) recebe duas importantes referências na batalha pela garantia de direitos e contra a opressão. A partir das 18h, a jurista Euzamara de Carvalho, integrante da Executiva Nacional da entidade, conversa com a professora e advogada Soraia Mendes, e com a também professora e vereadora de Salvador pelo terceiro mandato, Marta Rodrigues.

Em 2021, por causa da Covid-19, os atos sempre marcantes para celebrar a data serão realizados virtualmente, e o esforço principal está sendo para salvar vidas que estão cada vez mais ameaçadas pelo governo genocida de Jair Bolsonaro, que se soma ao avanço do conservadorismo em espaços essenciais de disputa como o Legislativo e o Judiciário.

Além disso, na pandemia, as desigualdades de classe, raça e de gênero se aprofundaram, com o aumento da pobreza, do desemprego, das jornadas de trabalho, da sobrecarga das tarefas de cuidado, da dependência econômica, da violência doméstica, entre outros.

Por isso, mais do que nunca, a ABJD se une ao grito de todas as mulheres e segue com força nos enfrentamentos por melhorias e mudanças estruturais.