Retrospectiva 2020 | "São histórias que a história qualquer dia contará"

2020 chega ao fim nos deixando uma grande lição sobre a necessidade urgente de justiça, de solidariedade, de saúde, de garantia de direitos e respeito à democracia.  A ABJD agradece a todas e todos associadas (os), companheiras (as) e entidades parceiras que estiveram juntos nas trincheiras da resistência e da sobrevivência, se solidariza profundamente com as vítimas da pandemia e familiares, e deseja que em 2021 tenhamos ainda mais força e coragem para seguirmos nas importantes batalhas por um mundo mais justo. Vamos à luta! Feliz Ano Novo!

Nota | ABJD repudia violência contra João Alberto Silveira Freitas

Neste dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, ao mesmo tempo em que reafirma seu compromisso no combate a todas as formas de racismo, a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia manifesta sua profunda indignação e repulsa ao ato de violência praticado na noite de ontem contra João Alberto Silveira Freitas, homem negro de 40 anos, espancado até a morte por seguranças e um cliente, policial temporário, no supermercado Carrefour, na cidade de Porto Alegre/RS.

Sabemos que a luta contra o racismo no Brasil tornou-se mais difícil nos últimos anos, com o aumento da exclusão e do preconceito na sociedade, associadas às políticas negacionistas do governo Bolsonaro. O fato faz aumentar a responsabilidade de toda a sociedade e das entidades que se organizam em defesa da democracia e dos direitos humanos.

Repudiamos toda forma de violência e reconhecemos o racismo como racionalidade estrutural de nossa sociedade. A violência contra a população negra deve ser evidenciada para que não pareça excepcional, deslocada do todo. Justiça por João Alberto é justiça social e racial.

Vidas negras importam! 

 

Chage Carlos Latuff para Brasil de Fato