Retrospectiva 2020 | "São histórias que a história qualquer dia contará"

2020 chega ao fim nos deixando uma grande lição sobre a necessidade urgente de justiça, de solidariedade, de saúde, de garantia de direitos e respeito à democracia.  A ABJD agradece a todas e todos associadas (os), companheiras (as) e entidades parceiras que estiveram juntos nas trincheiras da resistência e da sobrevivência, se solidariza profundamente com as vítimas da pandemia e familiares, e deseja que em 2021 tenhamos ainda mais força e coragem para seguirmos nas importantes batalhas por um mundo mais justo. Vamos à luta! Feliz Ano Novo!

Nota | ABJD condena atos violentos contra o STF


A Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), profundamente engajada na defesa das instituições democráticas, expressa apoio à instituição Supremo Tribunal Federal (STF), órgão encarregado pelos Constituintes de 1988 para a interpretação da Carta Magna, atacado por atos violentos com a descarga de fogos de artifício prenunciando e anunciando ataques pessoais aos seus integrantes e, até mesmo, com as simulações de conflito armado contra a existência física da Suprema Corte e seus integrantes.

A sociedade brasileira viveu trágicos períodos de autoritarismo e violência de Estado. Este ataque rememora outro desferido no dia 27 de agosto de 1980, via carta bomba enviada para a sede da Ordem dos Advogados (OAB), que vitimou Lyda Monteiro da Silva. 

Com muita luta e resistência, o Brasil escolheu trilhar o caminho da democracia, valor inseparável da liberdade para definir os rumos políticos, econômicos e sociais, sempre pautado pelo pacto constitucional defendido pelo Supremo Tribunal Federal.