ABJD realiza o III Seminário Internacional nos dias 28, 29 e 30 de maio, em Salvador

A ABJD (Associação Brasileira de Juristas pela Democracia) realiza nos dias 28, 29 e 30 de maio de 2020 o III Seminário Internacional e a Assembleia da entidade. O evento será em Salvador - BA, com o tema "Democracia em Crise e o Sistema de Justiça na América Latina".

"O Seminário tem demonstrado vitalidade metodológica para dialogar com as forças sociais, políticas e jurídicas com expectativa de traduzir os desafios e construir um novo modo de pensar e fazer uma conjuntura social de respeito às conquistas civilizatórias. Essa terceira edição dá seguimento aos Seminários anteriores, todos alcançando as expectativas de se instituir um fórum de debates e ressignificação das lutas jurídicas", explica Marilia Lomanto Veloso, advogada baiana e integrante da Executiva Nacional da ABJD.

Sobre o tema definido para esse ano, Marilia contou que a escolha é afinada com os objetivos da ABJD a partir de uma discussão coletiva que contempla a pluralidade e a diversidade caracte…

Nota | ABJD-PI apoia ato "Estuprador no teu caminho" e repudia feminicídios


 A ABJD (Associação Brasileira de Juristas Pela Democracia) – Núcleo Piauí, organização da sociedade civil sem fins lucrativos, com atuação de caráter nacional, constituída por profissionais do sistema de justiça e estudantes da área jurídica, comprometidos (as) com a construção de um mecanismo de resistência democrática que se agrega às diversas formas de luta política, jurídica e social em defesa do respeito aos princípios e garantias previstos na Constituição de 1988 e da consolidação do Estado Democrático de Direito, vem, publicamente manifestar profundo repúdio aos crimes de feminicídio ocorridos no nosso Piauí, e ainda prestar seu total apoio ao Ato Performance “Estuprador no teu Caminho”, que aconteceu em Teresina, capital do Estado, no dia 21/12.

O ato/performance cujo objetivo é “denunciar os casos de feminicídio que ainda não tem respostas da justiça no Piauí, denunciar agressores e acolher mulheres vítimas de violência, e denunciar as diversas formas de violência contra as mulheres”. Traz para discussão tema premente para todos e todas, por reportar-se a crime violento, cometido por motivos fúteis e injustificáveis, oriundo do machismo estrutural da nossa sociedade. 


Nos últimos anos com o aperfeiçoamento da legislação específica e com a criação de órgãos e instrumentos de Políticas para as Mulheres no Estado, como o “Plantão de Gênero”, com funcionamento 24 horas, o aplicativo “Salve Maria”, dispositivo para celular para realizar denúncias, trouxeram novos ambientes de enfrentamento a violência. A despeito dos avanços obtidos ainda é estarrecedor que o número de crimes cometidos contra a mulher tenha crescido, dos assassinatos de mulheres no ano de 2019, até o presente momento, cerca de 56,52% correspondem a feminicídio, ou seja, cometidos em função da condição de ser mulher. 

É imprescindível um maior empenho da sociedade e dos poderes públicos na denúncia, na rigorosa apuração desses crimes, na aplicação ampla das penas previstas, e sobretudo esmero na prevenção a violência doméstica e familiar que vitima as mulheres na capital e tem se aprofundado no interior do Estado. 

A ABJD Núcleo Piauí, externa sua solidariedade aos familiares e amigos das vítimas e à toda sociedade, reiterando o repúdio a todo ato de violência contra a mulher e mantendo-se firme no combate, prevenção e enfrentamento a tais crimes. E apoiando irrestritamente o Ato Performace “Estuprador no teu Caminho”.

Teresina, (Pi), 18 de dezembro de 2019