Com dados da CPI da Covid, ABJD faz nova denúncia contra Bolsonaro no Tribunal Penal Internacional

Foto: Marcos Corrêa-PR Acesse o documento em português e inglês Com base em fatos novos levantados pela CPI da Covid, a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) protocolou nesta terça-feira, 09, no Tribunal Penal Internacional (TPI), um adendo onde pede que a Corte dê seguimento à representação realizada em abril de 2020. A intenção é que seja investigada a denúncia feita pela entidade contra Jair Bolsonaro por cometimento de crimes humanitários contra a população brasileira ao assumir a opção de imunidade de rebanho, com boicote ao programa de vacinação e negação das políticas de cuidados sanitários .  De acordo com os juristas, a sistematização de dados produzidos pela CPI da Covid e por vários pesquisadores revelam o empenho e a eficiência da atuação do presidente e da União em prol da ampla disseminação do vírus no território nacional. “As normas produzidas, decretos e vetos a leis votadas no Congresso, os discursos e atos de Bolsonaro foram determinantes para

Nota de Pesar e Solidariedade pelo falecimento de Manoel da Conceição Santos


A Associação Brasileira de Juristas pela Democracia - Núcleo Maranhão (ABJD-MA) manifesta profundo pesar pelo falecimento do grande militante das causas sociais e camponesas, Manoel da Conceição Santos, que hoje se eternizou estrela no panteão dos grandes lutadores por uma sociedade justa e solidária, que tem por objetivo primordial proporcionar vida digna a todo ser humano que neste planeta habita.

Maranhense, enquanto líder sindical foi um dos maiores articuladores da luta camponesa em resistência ao regime militar no país; foi preso político, torturado, e por um tiro sofrido em emboscada, perdeu uma de suas pernas; exilado, denunciou as arbitrariedades do regime ditatorial a partir de Genebra. 

Fundador nacional do Partido dos Trabalhadores, da Central Única dos Trabalhadores - CUT, e do Centro de Educação e Cultura do Trabalhador Rural – CENTRU. 

Companheirismo, dedicação, amor à humanidade, fé na vida, fé no homem, fé no que virá, Mané da Conceição será para sempre símbolo da resistência, da construção, da propagação dos ideais que movem a humanidade em busca da justiça em sua ampla caracterização: vida digna, vida plena! 

Viva Mané! 

Imperatriz/MA, 18 de agosto de 2.021 

Associação Brasileira de Juristas pela Democracia – ABJD, Núcleo Maranhão