Com dados da CPI da Covid, ABJD faz nova denúncia contra Bolsonaro no Tribunal Penal Internacional

Foto: Marcos Corrêa-PR Acesse o documento em português e inglês Com base em fatos novos levantados pela CPI da Covid, a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) protocolou nesta terça-feira, 09, no Tribunal Penal Internacional (TPI), um adendo onde pede que a Corte dê seguimento à representação realizada em abril de 2020. A intenção é que seja investigada a denúncia feita pela entidade contra Jair Bolsonaro por cometimento de crimes humanitários contra a população brasileira ao assumir a opção de imunidade de rebanho, com boicote ao programa de vacinação e negação das políticas de cuidados sanitários .  De acordo com os juristas, a sistematização de dados produzidos pela CPI da Covid e por vários pesquisadores revelam o empenho e a eficiência da atuação do presidente e da União em prol da ampla disseminação do vírus no território nacional. “As normas produzidas, decretos e vetos a leis votadas no Congresso, os discursos e atos de Bolsonaro foram determinantes para

Inscrições abertas para o Ciclo de Debates da ABJD sobre liberação das armas, com Déborah Duprat e Diego Scardone


Inscrições até 22 de abril no link: https://forms.gle/k4MfXbrSFPi28eYo9


A sociedade brasileira apresenta um histórico de violência, sobretudo contra os grupos identificados por desigualdades e ausência de direitos. Nos últimos dois anos, essa violência tem sido explicitamente incentivada pelo Presidente e pelos grupos de extrema direita alinhados à sua equivocada visão de um mundo onde os sujeitos precisam andar armados. Como reflexo mais recente desse modo de pensar, destacam-se as medidas de liberação de armas para aqueles que podem e têm interesse em comprar tais objetos.

Qual o impacto dessa liberação na violência social brasileira? Como as instituições judiciais tem reagido a essa liberação de armas? Qual a postura do Congresso Nacional diante dessa política armamentista do governo federal?

Para refletir sobre essas questões, o I Ciclo de Debates da ABJD contará com a participação de Déborah Duprat, Procuradora da República aposentada e Diego Scardone, cientista político, Assessor da bancada do Psol, na Câmara dos Deputados.

Participe no dia 24 de abril , às 9h, do I Ciclo de Debates da ABJD com o tema “Alterações legislativas: A liberação das armas e seu impacto na violência"

Inscrições até 22 de abril no link: https://forms.gle/k4MfXbrSFPi28eYo9

O link de acesso para a sala do Zoom será enviado no dia 23 de abril, por email.