Retrospectiva 2020 | "São histórias que a história qualquer dia contará"

2020 chega ao fim nos deixando uma grande lição sobre a necessidade urgente de justiça, de solidariedade, de saúde, de garantia de direitos e respeito à democracia.  A ABJD agradece a todas e todos associadas (os), companheiras (as) e entidades parceiras que estiveram juntos nas trincheiras da resistência e da sobrevivência, se solidariza profundamente com as vítimas da pandemia e familiares, e deseja que em 2021 tenhamos ainda mais força e coragem para seguirmos nas importantes batalhas por um mundo mais justo. Vamos à luta! Feliz Ano Novo!

Nota | ABJD exige respostas sobre abuso da força policial contra militante do MTST




Marcha do MTST (Foto: MTST)


No dia 20 de fevereiro, o militante e coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), teve sua casa invadida por policiais militares de Goiás, tendo sido ameaçado com uso de fuzis e pistolas. Cerca de dez policiais militares, incluindo um tenente, entraram na casa do coordenador, sem autorização ou determinação judicial e mantiveram o militante sob a mira de fuzis por um longo período. Os policiais fizeram ameaças antes de saírem do imóvel e deixaram a residência revirada. 

Essa é mais uma das ações de intimidação e perseguição contra militantes do MTST que tem acontecido no Estado de Goiás e em todo o Brasil. O ataque aos movimentos sociais é mais uma face dos ataques à democracia no Brasil, o país que mais mata militantes na defesa de direitos humanos no mundo! A ABJD se solidariza com as graves violações sofridas e acompanhará o caso. 

Exigimos respostas dos responsáveis pela ação abusiva e seguimos firmes na luta contra a criminalização dos movimentos sociais e das lutas por direitos!