Com dados da CPI da Covid, ABJD faz nova denúncia contra Bolsonaro no Tribunal Penal Internacional

Foto: Marcos Corrêa-PR Acesse o documento em português e inglês Com base em fatos novos levantados pela CPI da Covid, a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) protocolou nesta terça-feira, 09, no Tribunal Penal Internacional (TPI), um adendo onde pede que a Corte dê seguimento à representação realizada em abril de 2020. A intenção é que seja investigada a denúncia feita pela entidade contra Jair Bolsonaro por cometimento de crimes humanitários contra a população brasileira ao assumir a opção de imunidade de rebanho, com boicote ao programa de vacinação e negação das políticas de cuidados sanitários .  De acordo com os juristas, a sistematização de dados produzidos pela CPI da Covid e por vários pesquisadores revelam o empenho e a eficiência da atuação do presidente e da União em prol da ampla disseminação do vírus no território nacional. “As normas produzidas, decretos e vetos a leis votadas no Congresso, os discursos e atos de Bolsonaro foram determinantes para

ABJD PARÁ LAMENTA MORTE DE EDUARDO SUZUKI SIZO

 

A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JURISTAS PELA DEMOCRACIA, NÚCLEO PARÁ, lamenta o falecimento do advogado EDUARDO SUZUKI SIZO, ocorrido na manhã de hoje (4.1.2021), ao mesmo tempo em que celebra a sua vida e o seu legado.
EDUARDO era a síntese do ser humano, do cidadão e do profissional que enxerga a sua volta apenas semelhantes, que devem ter suas necessidades satisfeitas, seja pela doação do pão, seja pelo afeto, seja pelo trabalho.
Acreditar no Direito como estratégia de combate ao sofrimento humano é o que nos irmana e, quanto a isso, EDUARDO era um modelo, que seguirá a nos inspirar e fortalecer para sempre.