ABJD denuncia Bolsonaro por crime contra a humanidade no Tribunal Penal Internacional

Presidente estimula o contágio e coloca a vida de milhares de pessoas em risco na pandemia A ABJD (Associação Brasileira de Juristas pela Democracia) protocolou nesta quinta-feira, (2/4) uma representação (Leia a íntegra em português e inglês) no TPI (Tribunal Penal Internacional) contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, pela prática de crime contra a humanidade que vitima a população brasileira diante da pandemia de coronavírus.

Acesse o texto de divulgação em inglês e espanhol.
De acordo com a entidade, o Brasil possui, no atual momento, um chefe de governo e de Estado cujas atitudes são total e absolutamente irresponsáveis. Por isso, solicitam ao TPI que instaure procedimento para averiguar a conduta do presidente e condene Bolsonaro pelo crime contra a humanidade por expor a vida de cidadãos brasileiros, com ações concretas que estimulam o contágio e a proliferação do vírus, aplicando a pena cabível.

“Por ação ou omissão, Bolsonaro coloca a vida da população em risco, come…

AO VIVO | Bolsonaro: Criminalização x Patologização



Nesta segunda-feira, 01-06, a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) reúne a Psicanálise e o Direito para debater e explicar a criminalização e a patologização das ações do presidente Jair Bolsonaro. O evento será às 18h, no Facebook: ABJDBR.

Participam:

- Ana Laura Prates: Psicanalista, pesquisadora e pós-doutora em Psicanálise (UERJ). Integrante do coletivo Psicanalistas Unidos pela Democracia (PUD)

- Eduardo Ponte Brandão: Doutor em Teoria Psicanalítica (UFRJ) e membro do coletivo Psicanalistas Unidos pela Democracia (PUD).

- Djefferson Amadeus: advogado, mestre em direito e hermenêutica filosófica. Membro da FEJUNN e do MNU

Mediação:

- Izadora Brito: Advogada, conselheira da OAB/SE, vice-presidente da Comissão de Direitos Sociais do Trabalho OAB e integrante da Executiva Nacional da ABJD.