Retrospectiva 2020 | "São histórias que a história qualquer dia contará"

2020 chega ao fim nos deixando uma grande lição sobre a necessidade urgente de justiça, de solidariedade, de saúde, de garantia de direitos e respeito à democracia.  A ABJD agradece a todas e todos associadas (os), companheiras (as) e entidades parceiras que estiveram juntos nas trincheiras da resistência e da sobrevivência, se solidariza profundamente com as vítimas da pandemia e familiares, e deseja que em 2021 tenhamos ainda mais força e coragem para seguirmos nas importantes batalhas por um mundo mais justo. Vamos à luta! Feliz Ano Novo!

ABJD cobra que CNMP investigue procuradores envolvidos na Vaza Jato


Conselho arquivou sumariamente representação dos juristas


A ABJD (Associação Brasileira de Juristas pela Democracia) apresentou nesta segunda-feira (15/07) embargos de declaração ao CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) contra o arquivamento sumário da representação feita pela entidade no último dia 03/07.

A Associação de Juristas pede que o plenário do CNMP analise o pedido e reforça, como acréscimo, as divulgações realizadas pela Folha de S.Paulo, neste domingo (14/07), que mostram os procuradores fazendo da Lava Jato um “plano de negócios”.

A ABJD já havia solicitado ao Conselho a apuração das condutas dos procuradores da força-tarefa da operação Lava Jato Deltan Dallagnol e Carlos Fernando dos Santos Lima e a reclamação disciplinar protocolada foi recusada pelo corregedor Orlando Rochadel.

Nesses embargos, a entidade aponta as contradições, obscuridades e omissões na decisão de arquivamento que concluiu pela ausência de ilícitos, sem analisar os conteúdos divulgados pelo site The Intercept Brasil e outros portais.

Acesse o documento aqui.